Declaração de proteção de dados

Política de Privacidade

1. Resumo da proteção de dados

Informações gerais

Este resume serve para informar o visitante da nossa página web sobre o que se passa com os seus dados pessoais. Os dados pessoais abrangem todas as informações através das quais a pessoa do visitante pode ser identificada. Para mais informação sobre a proteção dos dados pessoais, ver a Declaração de privacidade em anexo a este texto.

Registo de dados na página web

Quem é responsável pela recolha de dados nesta página web?

O responsável pelo processamento dos dados registados é o operador da página web. Os dados de contato do operador constam da informação legal desta página web.

Como registamos os dados do visitante?


Registamos os dados pessoais que o visitante nos comunica. Podem ser, por exemplo, dados que o visitante inscreve num formulário de contato.

Outros dados são automaticamente registados pelos nossos sistemas IT durante a visita da página web. São designadamente informações técnicas (navegador de internet, sistema operativo ou hora de acesso à pagina). Tais informações são automaticamente recolhidas no momento em que o visitante entra na página web.

Qual o destino dos dados do visitante?

Parte dos dados é registada para garantir o funcionamento perfeito e sem problemas da página web. Outras informações servem para analisar o comportamento do visitante.

Quais os direitos do visitante com respeito aos seus dados pessoais?

Ao visitante cabe o direito de pedir e receber gratuitamente e a informação sobre a origem, o destinatário e a finalidade dos seus dados pessoais armazenados. Adicionalmente, o visitante tem o direito de exigir a retificação, vedação ou anulação dos dados. Para estes temas e outras questões relacionadas à proteção de dados, o visitante pode dirigir-se ao endereço indicado na informação legal. Mais o visitante pode exercer o direito de reclamação perante a autoridade de vigilância competente.

Finalmente, o visitante pode exigir, quando existem determinadas condições, a restrição do tratamento dos seus dados pessoais. Para mais informação, ver o item Direito de restringir o processamento dos dados pessoais, na Declaração de privacidade.

2. Informações gerais e obrigatórias

Proteção de dados

Os operadores destas páginas tomam muito a sério a proteção dos dados pessoais. Tratamos os dados pessoais do visitante com confidencialidade e de acordo com as disposições legais vigorantes para a proteção e esta Declaração de privacidade.

Durante a visita desta página web são recolhidos diversos dados pessoais. Os dados referem-se a informações que permitem a identificação da pessoa do visitante. Esta Declaração de privacidade informa sobre os dados sujeitos à recolha e o destino desses dados. Mais a Declaração explica o modo e o objetivo da recolha.

Alertamos para a hipótese de a transmissão de dados via internet (p. ex., na comunicação por correio eletrónico) poder ser vulnerável. Uma proteção absoluta dos dados contra o acesso abusivo por terceiros não é possível.

Informação sobre a entidade responsável

A entidade responsável pelo processamento dos dados existentes nesta página web é:

Kocks Ardelt Kranbau GmbH
Direction : Uwe Grünhagen, Bernd Flaskamp, Dr. Frank Wieland
Heegermühler Straße 64
D-16225 Eberswalde
ALLEMAGNE 
 
Téléphone : +49 3334 62 0
Email : info(at)kocksardelt.de

O responsável é a pessoa física ou jurídica que sozinho e em conjunto como outro(s) decide sobre a finalidade e os meios de processamento de dados pessoais (nomes, endereços e-mail etc.).

Retratação do consentimento no processamento de dados

Muitos dos processos de tratamento de dados podem ser efetuados só após a expressa autorização pelo visitante. Um consentimento já dado pode ser retirado a qualquer hora. Para efeitos de retratação, o visitante envia uma mensagem e-mail ao operador. A retratação não tem impacto na legitimidade do processamento de dados efetuado até à data de retratação.

Direito de protesto contra a recolha de dados em casos especiais e contra mala direta (artigo 21 Regulamento Geral de Proteção de Dados)

Quando os dados são processados na base do artigo 6 parágrafo 1 alínea e ou f do Regulamento Geral de Proteção de Dados, o visitante, por motivos justificados pela sua situação especial, pode apresentar protesto contra o processamento, o que é extensivo ao profiling feito com referência a essas normas. A base legal para o processamento de dados consta desta Declaração de privacidade. A apresentação de protesto tem a consequência de os dados pessoais afetados deixarem de ser processados, a não ser que possamos invocar razões obrigatórias, de interesse legítimo, a favor do processamento, que prevalecem os interesses, direitos e liberdades do visitante ou o processamento serve para invocar, exercer ou defender direitos legítimos (protesto conforme artigo 21 parágrafo 1 Regulamento Geral de Proteção de Dados).

No caso de os dados pessoais serem tratados para enviar mala direta, o visitante pode apresentar protesto contra o processamento dos seus dados feito com o objetivo de fazer publicidade, o que é extensivo ao profiling, desde que esteja em ligação com tal mala direta. Após a apresentação do protesto, os dados pessoais deixam de ser utilizados para fins de publicidade direta (protesto conforme artigo 21 parágrafo 2 Regulamento Geral de Proteção de Dados).

Direito de protesto perante a autoridade de vigilância competente


Após uma infração ao Regulamento Geral de Proteção de Dados, o prejudicado pode exercer o direito de protesto perante uma autoridade de vigilância, designadamente no estado-membro onde tem o seu domicílio, local de trabalho ou local da infração suposta. O direito de protesto pode ser exercido sem prejuízo de outros recursos administrativos ou judiciais.

Direito de transmissão de dados

O visitante tem o direito de solicitar que lhe sejam disponibilizados a ele ou a um terceiro os dados que processamos automaticamente com o consentimento do visitante ou para a materialização de um contrato, em formato corrente ou legível por máquina. Se o visitante solicitar a transmissão direta dos dados a outro responsável, a solicitação poderá ser deferida só quando a transmissão é tecnologicamente viável.

Codificação SSL ou TLS

Por motivos de segurança e para proteger a transmissão de conteúdos confidenciais, tais como pedidos e solicitações de informação que o visitante envia ao operador da página web, esta aplica uma codificação SSL ou TLS. O visitante reconhece uma comunicação codificada pelo fato de a linha do endereço do navegdor mudar de “http://” para “https://” e pelo símbolo de cadeado, na linha do browser.

A codificação SSL ou TLS ativa impede que os dados que o visitante nos transmita possam ser lidos por terceiros.

Direito de informação, vedação, anulação e retificação

Conforme as normas legais válidas, o visitante pode invocar o direito de pedir informação gratuita sobre os seus dados pessoais guardados, a origem dos mesmos, o destinatário, a finalidade do processamento e, se necessário, de retificar, vedar ou anular esses dados. Para estes temas e outras questões relacionadas aos dados pessoais, o visitante pode dirigir-se ao endereço indicado na informação legal.

Direito de restringir o processamento dos dados pessoais


Cabe ao visitante o direito de solicitar a restrição do processamento dos seus dados pessoais. Para o efeito, o visitante pode dirigir-se ao endereço indicado na informação legal. O direito de restringir o processamento pode ser invocado nestes casos:

  • Quando o visitante contesta os seus dados pessoais por nós armazenados, precisamos, na maioria dos casos, de algum tempo para fazer uma verificação dos mesmos. Durante o tempo de verificação, o visitante pode exigir a restrição do processamento dos dados pessoais.
  • No caso de o processamento dos dados pessoais ter sido feito / ser feito em contradição com as normas legais, o visitante, em vez da anulação, pode exigir a restrição do processamento.
  • Quando precisamos dos dados pessoais do visitante só para exercer, defender ou invocar direitos legítimos, o visitante, em vez da anulação, pode exigir a restrição do processamento.
  • Caso o visitante tenha apresentado protesto conforme artigo 21 parágrafo 1 Regulamento Geral de Proteção de Dados, deve ser feita uma ponderação entre os seus e nossos interesses. Enquanto ainda não estiver apurada a prioridade dos interesses invocados, o visitante tem o direito de exigir a restrição do processamento dos seus dados pessoais.


Após a restrição dos dados pessoais do visitante, esses dados – exceto o armazenamento – só podem ser processados com a autorização do visitante ou para invocar, exercer ou defender direitos legítimos ou proteger os direitos de outra pessoa física ou jurídica ou por motivos de um interesse público importante da União Europeia ou de um estado-membro.

3. Encarregado para a proteção de dados

Encarregado para a proteção de dados conforme a legislação vigente

Constituímos, para a nossa empresa, um encarregado para a proteção de dados:

Christian Regnery, LL.M.
Senior Consultant – Proteção de dados,
Advogado com especialização em direito IT,
proteção da propriedade industrial,
Copyright and media law
Encarregado para a segurança da informação ISO 27001/IT Proteção fundamental (TÜV)

Telefone: 030 804923-02
E-mail: CRegnery(at)intersoft-consulting.de

4. Recolha de dados na página web

Server log files

O provider das páginas recolha e guarda automaticamente as informações em server log files que nos transmite automaticamente o navegador do visitante. Informações transmitidas:

•    Tipo e versão do navegador
•    Sistema operativo
•    Referrer URL
•    Hostname do computador em comunicação
•    Hora da solicitação do servidor
•    Endereço IP

Não ocorre nenhuma ligação desses datos com outras fontes de informação.
Os dados são registados de acordo com o artigo 6 parágrafo 1 alínea f Regulamento Geral de Proteção de Dados. O operador da página web tem interesse legítimo na apresentação sem erros e falhas e na otimização da sua página web, razão para o registo necessário dos server log files.

Contato por correio eletrónico, telefone ou telefax


O contato por correio eletrónico, telefone ou telefax faz com que o pedido de informação e todos os dados pessoais daí resultantes (nome, pedido de informação) sejam armazenados e processados para a tramitação posterior. Não divulgamos esses dados sem o consentimento pelo interessado.

Esses dados são processados de acordo com o artigo 6 parágrafo 1 alínea b Regulamento Geral de Proteção de Dados, desde que o pedido de informação tenha a ver com o cumprimento de um contrato ou com a efetivação de medidas pré-contratuais. Para todos os demais casos, o processamento implica a autorização pelo interessado (artigo 6 parágrafo 1 alínea a Regulamento Geral de Proteção de Dados) e/ou tem o seu motivo nos interesses do operador (artigo 6 parágrafo 1 alínea f Regulamento Geral de Proteção de Dados), por este ter interesse legítimo numa tramitação eficiente dos pedidos de informação que lhe são dirigidos.

As informações que recebemos com o contato são armazenadas até que sejamos pedidos fazer a anulação, o visitante tire a autorização de armazenamento ou a razão para o armazenamento das informações já não exista (p. ex. após a tramitação finalizada do pedido). Isto não é extensivo a disposições legais obrigatórias – em particular, períodos legais de retenção de dados.

5. Plugins e Tools

Google Maps

A página utiliza, através de uma API, o serviço de mapas Google Maps. O serviço é disponibilizado pela Google Inc., 1600 Amphitheatre Parkway, Mountain View, CA 94043, EUA.

Para utilizar as funcionalidades de Google Maps é necessário armazenar o endereço IP do visitante. Essas informações são transmitidas a um servidor de Google nos EUA onde são guardadas. O operador desta página não tem nenhuma influência sobre essa transmissão de dados.

A utilização de Google Maps é efetuada no interesse de uma apresentação atraente das nossas ofertas Online e para a localização mais fácil das localidades por nós indicadas na página web o que corresponde ao interesse legítimo nos termos do artigo 6 parágrafo 1 alínea f Regulamento Geral de Proteção de Dados.

Para mais informação sobre a utilização de dados de utente, ver a Declaração de privacidade de Google: policies.google.com/privacy.

6. As nossas presenças nas redes sociais

Tratamento de dados através de redes sociais

Mantemos perfis com acesso público em redes sociais. Poderá encontrar cada rede social que usamos mais abaixo.

Normalmente, redes sociais como Facebook, Google+, etc., podem analisar o seu comportamento enquanto utilizador de forma abrangente, se visitar os respetivos sites ou um site com conteúdos integrados de redes sociais (p. ex., botões Gosto ou banners publicitários). Através da visita às nossas presenças nas redes sociais, são acionados inúmeros processos de tratamento relevantes para a proteção de dados. Ao pormenor:

Se tiver sessão iniciada na sua conta de rede social e visitar as nossas presenças em redes sociais, o operador do portal da rede social pode atribuir esta visita à sua conta de utilizador. No entanto, em determinadas circunstâncias, os seus dados pessoais também podem ser registados se não tiver sessão iniciada ou não tiver uma conta no portal da respetiva rede social. Neste caso, esta recolha dos dados é feita, por exemplo, através de cookies, que são guardados no seu equipamento terminal ou através da recolha do seu endereço IP.

Com a ajuda dos dados desse modo recolhidos, os operadores dos portais de redes sociais conseguem criar perfis de utilizador, em que são armazenados os seus interesses e preferências. Deste modo, é-lhe apresentada publicidade com base nos seus interesses dentro e fora da sua presença em redes sociais. Desde que disponha de uma conta na respetiva rede social, a publicidade com base nos seus interesses pode ser apresentada em todos os equipamentos em que tenha sessão iniciada ou iniciado sessão.

Além disso, tenha em atenção que não conseguimos compreender todos os processos de tratamento nos portais das redes sociais. Por isso, conforme o fornecedor e a necessidade, os operadores dos portais das redes sociais podem realizar outros processos de tratamento. Pode encontrar pormenores relacionados com isto nos Termos de Utilização e Política de Privacidade dos respetivos portais das redes sociais.

Base jurídica


As nossas presenças nas redes sociais devem garantir a presença mais abrangente possível na Internet. Este é um interesse legítimo nos termos do art. 6, parág. 1, alínea f, do RGPD. Os processos de análise iniciados pelas redes sociais podem basear-se em bases jurídicas divergentes, que devem ser indicadas pelos operadores das redes sociais (p. ex. Consentimento nos termos do art. 6, parág. 1, alínea f, do RGPD).

Responsáveis e invocação de direitos


Quando visita uma das nossas presenças em redes sociais (p. ex. Facebook), somos responsáveis pelos processos de tratamento de dados ativados durante essa visita juntamente com o operador da plataforma da rede social. Por princípio, pode reivindicar os seus direitos (informação, correção, eliminação, restrição do tratamento, portabilidade dos dados e reclamação), tanto em relação a nós como ao operador do respetivo portal da rede social (p. ex. no que diz respeito ao Facebook).

Tenha em atenção que, apesar de partilharmos a responsabilidade com os operadores das redes sociais, não exercemos total influência sobre os processos de tratamento de dados dos portais das redes sociais. As nossas opções são determinadas pela política da empresa do respetivo fornecedor.

Prazo de conservação


Os dados recolhidos diretamente por nós através da nossa presença em redes sociais serão eliminados dos nossos sistemas assim que: o fim para a sua conservação deixe de existir, nos solicite para os eliminarmos, retirar o seu consentimento para a conservação, ou o fim para a conservação dos dados deixe de existir. Os cookies guardados permanecem no seu equipamento terminal até os eliminar. As disposições legais obrigatórias, especialmente os prazos de conservação, permanecem inalteradas.

Não exercemos qualquer influência sobre o prazo de conservação dos seus dados, que são guardados pelos operadores das redes sociais para fins próprios. Para mais pormenores sobre isto, informe-se diretamente junto dos operadores das redes sociais (p. ex. na respetiva Declaração de Privacidade, consulte abaixo).

Redes sociais ao pormenor

Facebook


Dispomos de um perfil no Facebook. O fornecedor é Facebook Inc., 1 Hacker Way, Menlo Park, California 94025, EUA. A Facebook dispõe de uma certificação conforme o Escudo de Proteção da Privacidade UE-EUA.

Assinámos um acordo com a Facebook em relação ao tratamento conjunto (Controller Addendum – Adenda do Controlador). Neste acordo está definido por que processos de tratamento de dados somos, nós ou a Facebook, responsáveis, quando visita a nossa página do Facebook. Pode consultar este acordo na seguinte ligação: https://www.facebook.com/legal/terms/page_controller_addendum.

Pode personalizar as suas configurações de publicidade independentemente na sua conta de utilizador. Para o efeito, clique na seguinte ligação e inicie sessão: https://www.facebook.com/settings?tab=ads.

Pode obter mais pormenores da Declaração de Privacidade da Facebook em: https://www.facebook.com/about/privacy/.